4 dicas para começar sua carreira de designer | Venturus

4 dicas para começar sua carreira de designer

O grande desafio da carreira de designer com foco em UX é descobrir como melhorar a experiência das pessoas que usam um determinado produto ou serviço. E essa missão é diária, viu? Pois é, no mundo digital, esse trabalho não tem fim, já que a velocidade das novidades na tecnologia é insana.

Isso quer dizer que esse(a) profissional precisa estar sempre estudando e se atualizando. Você está preparado(a) para ser um eterno aprendiz?

Se você respondeu sim, já está um passo mais perto da carreira de designer digital. E para ajudar você que está pensando em embarcar nessa aventura ou já está no começo dela, trouxemos um especialista aqui do Venturus para te dar quatro dicas incríveis para começar na área com o pé direito.

O Daniel Furtado é nosso Head de Produto e Design e é uma verdadeira referência quando o assunto é UX Design. Vamos conferir as recomendações dele?

 

1. Design é uma profissão e você precisa encarar como tal

Logo de cara, é importante entender que ser UX design é uma profissão, por isso, demanda planejamento, estudo e, é claro, muito empenho. Por que estamos falando isso? Pode parecer algo até que óbvio, mas o Daniel nos conta que não é assim para todo mundo:

“Muita gente vê o design como hobby, mas é uma profissão que paga bem, que pode fazer carreira. Se é uma profissão, você tem horário para começar, tem metas, vai ter que trabalhar mesmo em dias menos criativos”.

Inclusive, a responsabilidade dessa carreira de designer digital é enorme. Imagina se todo o investimento feito em um site ou aplicativo é desperdiçado simplesmente porque a experiência do usuário é péssima? Todo site, sistema operacional e aplicativo precisa do trabalho de um UX designer para otimizar a sua experiência.

 

2. A faculdade é um passo inicial

Com certeza essa é uma das maiores dúvidas de quem está pensando em se tornar um UX designer, até porque essa área é relativamente nova, né? O nosso Head de Produto e Design conta que ele mesmo só foi fazer faculdade aos 30 anos, mas que estuda muito desde os 15 anos.

“Então, eu acho que você tem que estudar. As faculdades de design preparam as pessoas para o design a médio/longo prazo, então não vou dizer que é fundamental, mas é fundamental.” Ficou confuso? O que o Daniel quis dizer é que você vai ter que estudar a vida toda se quiser seguir nessa carreira e que a faculdade dá uma base para isso.

Porém, ele também nos disse que não você não precisa necessariamente fazer uma faculdade de design. “É legal se a pessoa puder fazer design digital para lidar com tecnologia. Ciência da computação ou sistemas da informação também podem ser interessantes. Tem designers que estudaram química, administração, direito, educação física. O importante da faculdade é mostrar que você gosta de estudar.”

GIF de smartphone acessando GIFs

Então, para quem está pensando em trocar de área e já tem uma graduação, para começar em UX pode seguir por outros caminhos de estudo e não necessariamente fazer outra faculdade. Legal, né?

 

3. Boa comunicação e curiosidade são pré-requisitos para qualquer UX designer

Pois é, para fazer um projeto de UX sair do papel, você precisa trabalhar em equipe e se comunicar com pessoas de diferentes áreas.

Pessoas desenvolvedoras, product owners e QAs são apenas alguns exemplos de profissionais que um UX designer precisa se relacionar.

Além disso, a comunicação é super importante para saber “falar” com os próprios usuários e usuárias.

E para ter foco total nas pessoas que usarão a interface a ser desenhada, você também precisa exercitar toda a sua curiosidade. Segundo o nosso especialista, para seguir na carreira de designer digital você precisa “gostar de trabalhar em grupo, ser investigativo e ser comunicativo”.

E essa característica investigativa também tem tudo a ver com entender as reais necessidades e desejos do seu usuário, viu?

 

4. Estude, estude e estude!

A última dica do Daniel é estudar e muito. Segundo ele, é preciso lembrar que ser UX designer “é um plano de carreira. Vai ter que estudar a vida toda, continuar se capacitando e aprendendo, pois sempre vai ter uma coisa nova”. Então, criar uma rotina de estudos é superimportante para você que quer seguir esse caminho.

O Head de Produto e Design aqui do Venturus reforça: “ninguém nasce designer, inclusive essa é uma carreira técnica”. Então, ele indica que seus estudos sejam planejados para contemplar a teoria, que pode ser encontrada em cursos e livros; a prática, que pode ser desenvolvida em cursos relacionados a cases e bootcamps; e trabalho em equipe, incentivado em cursos ao vivo.

Além de deixar todas essas dicas, o Dani ainda indicou diferentes conteúdos para você investir na sua carreira de designer com foco em UX, dá uma olhada:

GIF de Parks and Rec "I am having so many thoughts and feelings that I'm paralyzed right now"

Sabemos que é muita coisa, mas com calma e organização vai dar certo! Temos uma última dica do nosso especialista: a carreira de designer com foco em UX “é a respeito da inclusão. Você tem que entender que você é a pessoa que vai estar ali para trazer voz de fora da empresa para dentro. É uma profissão pró-ser humano, não é só para os clientes.”

E aí, deu match? Se a sua resposta for sim e você está super animado para iniciar sua carreira de designer com foco na experiência das pessoas usuárias, já aproveita e se inscreve para receber nossas oportunidades em primeira mão. E nos siga no LinkedIn para ficar sabendo sempre que conteúdos fresquinhos aparecerem por aqui.

Veja mais
Carreiras
Redação Venturus

Como criar uma rotina de estudos?

Manter o ritmo de estudos pode ser bem desafiador, principalmente quando você está buscando dar aquele upgrade nos seus conhecimentos e técnicas para o mercado
Leia mais »

Entre em contato

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.