Como funciona a Célula de Design do Venturus | Venturus

Como funciona a Célula de Design do Venturus

Empresas não são apenas empresas. São locais em que pessoas se conhecem, se desenvolvem, aprendem, e evoluem. No entanto, para que isso possa acontecer, é preciso investir em setores e estratégias que favoreçam a interação do colaborador com o meio no qual está inserido.

Como fazer isso? Bom, há muitos métodos, mas a criação de células dentro das empresas é uma possibilidade. Com elas, é possível integrar ainda mais os participantes de um núcleo, aumentando o seu engajamento com o trabalho, negócio e colegas.

E isso a Venturus faz muito bem! Hoje, falaremos sobre a célula de design, específica para esse núcleo de profissionais. Para nos ajudar, chamamos Vinícius Santos, Creative Lead da Venturus.

Esperamos que você goste do conteúdo!

 

O que são células dentro de uma empresa?

Antes de nos aprofundarmos no assunto, que tal compreender o que é uma célula dentro de uma empresa? De modo geral, elas são definidas como um grupo de pessoas que têm interesses semelhantes. Nas empresas, essa divisão está relacionada ao fluxo de tarefas, ou seja: aqueles que têm atribuições semelhantes e fazem parte de um mesmo setor podem compor uma célula.

Contudo, não se engane: célula e setor não são sinônimos. Na verdade, as células são um grupo de troca de interesses, realização de atividades e integração, indo muito além do conceito que estamos acostumados no modo de trabalho tradicional.

A célula também funciona como foco de organização e alocação, ajudando no mapeamento de perfil e interesses profissionais dos membros. Com essas informações, o processo de alocação de profissionais fica mais alinhado tanto com as necessidades de projetos quanto da trajetória dos profissionais.

 

Qual é a importância dessas comunidades nos negócios?

A implementação das células nas empresas é importante por diversos motivos, mas o mais importante deles é a integração. Afinal, quem nunca foi contratado em uma empresa, mas sentiu como se não pertencesse àquele ambiente? Esse sentimento não é só comum, mas muito prejudicial a todos os envolvidos: a própria empresa, o colaborador e todos os seus colegas de trabalho.

Criar a sensação de pertencimento e fazer com que todos sejam parte de um grande time é benéfico para todos os interessados, permitindo que os colaboradores se sintam mais engajados e a produtividade e criatividade fluam muito mais naturalmente por ali.

Além de contribuir para o desenvolvimento de carreira dos integrantes, a célula facilita a troca de experiências e a mobilidade dentro da própria empresa. Ou seja, os colaboradores conseguem ser alocados em projetos que façam sentido para seu perfil, trazendo melhores resultados, maior satisfação e tempo de permanência na empresa.

 

Quais são as vantagens promovidas por essa estratégia?

Mas, afinal, quais são as vantagens de investir em uma estratégia como essa? Alguns dos benefícios que podem ser percebidos, de acordo com Vinícius, são:

  • a troca de conhecimentos e de experiência entre os colaboradores, beneficiando suas carreiras e projetos;
  • fortalecimento da comunidade de designers em diversos assuntos, o que permite que a empresa atinja uma maior maturidade e possa ser vista como referência no tema;
  • retenção de bons profissionais;
  • maior compartilhamento de informações entre os profissionais e, consequentemente, a realização de um fluxo de criatividade muito maior, que beneficia os projetos de clientes e o fortalecimento da equipe;

 

Por que a célula de design da Venturus foi criada?

Agora, vamos falar sobre a Venturus. Somos uma empresa com projetos variados, agrupados em contas de clientes. Eles têm suas particularidades, demandas e estilos, o que forma um ecossistema único e diferente de outros núcleos vistos dentro da própria empresa.

Segundo Vinícius, a independência das contas traz muitas vantagens, mas também pode ter o efeito contrário:

“Essa independência também pode ser uma desvantagem, pois ela pode dificultar a troca de conhecimento entre as contas. As células e as comunidades são importantes para isso, para que haja uma conexão entre pessoas de toda a empresa com algum tópico em comum.”

Foi isso que motivou o desenvolvimento desse núcleo. O objetivo é ajudar na integração dos designers, fazendo com que eles tenham maior autonomia e possam fazer trocas dinâmicas entre si, sem ficarem limitados pelo contato com os clientes ou a gerência.

E como surgiu a Célula de Design? Segundo Vinícius, o embrião da célula surgiu em 2019, como parte da iniciativa de designers que já atuavam na Venturus. A princípio, isso foi um desafio, pois eles precisavam conciliar os seus projetos profissionais com a organização desses encontros e atividades.

A partir disso, a Venturus trouxe um designer — com longa experiência no setor — especialmente para organizar e liderar a célula. Ele se tornou a ponte entre os designers e a gerência, permitindo que a troca seja cada vez mais eficiente e benéfica a todos.

 

Como a célula de design funciona?

A célula se comunica a partir de reuniões (que acontecem às segundas e quartas-feiras, por meia hora) e grupos de estudos (ministrados às sextas-feiras pela manhã). As reuniões são compostas pela apresentação de casos sobre design ou temas relacionados, que podem ajudar os participantes a refletir sobre diferentes assuntos. Um dos destaques é o bate-papo sobre coisas do dia a dia.

A Célula de Design procura integrar os designers do Venturus

Contudo, isso não é tudo. As reuniões também podem envolver temas técnicos, servindo como fonte de conhecimento, atualização e inspiração para os que estão presentes. Lembrando que as portas estão abertas para todos os profissionais, mesmo para aqueles que não são da área do design.

 

Quais foram os resultados trazidos pela célula para a Venturus?

Na Venturus, a implementação da célula de design foi um grande sucesso. Alguns dos benefícios que podem ser observados são:

  • maior integração e sensação de pertencimento dos designers;
  • troca mais intensa entre os profissionais da área;
  • maturidade obtida nos serviços de design;
  • alocações adequadas ao perfil de cada designer;
  • retenção otimizada de talentos, o que também faz com que a equipe funcione bem melhor junta;
  • reconhecimento da área de design na empresa, o que faz com que atuar nela seja uma ótima adição para qualquer currículo.

 

Por que ingressar em empresas com essa preocupação é interessante para os designers?

A profissão de designer é dinâmica, ousada e divertida. Por isso, é essencial que esses profissionais também se preocupem em buscar ambientes de trabalho que não só respeitem sua identidade e sua liberdade criativa, mas que também forneçam os meios para que isso seja cada vez mais desenvolvido.

Outro ponto de importância é a força da equipe. Equipes mais unidas trabalham melhor juntas, ainda que estejam lidando com projetos distintos. A comunicação aberta possibilita trocas valiosas, com aprendizado contínuo e valorização do profissional.

Gostou de saber mais sobre a célula de design da Venturus? Esperamos que sim! Esse tipo de estratégia é extremamente benéfico para os ambientes organizacionais, permitindo que toda a equipe se integre de maneira bem mais eficiente e adequada. Assim, todos saem ganhando!

Aproveite e siga a Venturus nas redes sociais. Assim, você poderá saber mais sobre o nosso trabalho! Você pode nos encontrar no Instagram, no YouTube e no LinkedIn.

Veja mais

Entre em contato

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.