Caso de sucesso: monitoramento de equipamentos médicos | Venturus

Caso de sucesso: monitoramento de equipamentos médicos

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Neste post você vai conhecer o MPEM (Monitoramento Preditivo de Equipamentos Médicos), a ferramenta de acesso remoto e IoT da Canon Medical System do Brasil. Ele é um sistema que permite o monitoramento de equipamentos médicos e do seu uso. Dessa forma, a ferramenta ajuda a evitar paradas não programadas, fazendo a diferença em clínicas e hospitais, na saúde e na vida das pessoas.

Nesse post, contamos com a colaboração de Marcelo Camera, gerente de desenvolvimento no Instituto Venturus e responsável pelos projetos das contas Canon e Thales.

A seguir, trazemos não apenas o uso e aplicação do MPEM, mas informações sobre inovação, gestão de projetos e formação de parcerias. Confira!

 

O que é o MPEM?

O MPEM é um sistema que monitora remotamente o desempenho de equipamentos da Canon Medical. Com base nesse controle, é possível prever falhas dos componentes de diversas máquinas como de ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassom e radiografia. Além disso, ele realiza o monitoramento de sensores necessários ao correto funcionamento desses equipamentos.

Em um período entre 6 e 7 anos, a solução foi desenvolvida no Venturus para usar os milhares de dados gerados por esses equipamentos, que são registrados na forma de logs. A partir deles, é possível verificar informações das mais simples às mais complexas — o momento que um exame foi iniciado até dados mais técnicos e complexos —, para evitar paradas não programadas.

Assim, o MPEM permite a adoção de estratégias de manutenção mais assertivas, como:

  • a adoção de manutenção preditiva;
  • maior precisão nas manutenções preventivas;
  • e agilidade nas manutenções corretivas.

Ou seja, além de evitar todos os efeitos negativos (humanos e econômicos) das interrupções não previstas nos aparelhos, o sistema otimiza os processos de manutenção e melhora o desempenho dos equipamentos, ao substituir componentes que podem prejudicar o seu funcionamento, mesmo quando não há parada total da máquina.

 

Como o Venturus impactou o MPEM?

A Canon Medical System do Brasil já possuía o sistema MPEM, que coletava diferentes informações. A empresa necessitava identificar quais dados precisavam ser monitorados dentre os milhares de logs gerados pelos equipamentos.

Além disso, não havia um levantamento dos padrões de funcionamento que precisavam ser respeitados, ou seja, que correspondiam ao funcionamento correto de cada componente, em cada máquina.

Inicialmente, o Venturus propôs identificar quais eram os logs úteis e prioritários. Em seguida, eles foram encaminhados às equipes da Canon Medical System do Brasil, que puderam depurá-los e classificá-los, identificando os critérios que permitem determinar procedimentos de manutenções preventivas, corretivas e preditivas. Nas palavras do próprio Marcelo Camera:

“O Venturus vem criando, junto a Canon, uma suíte de produtos ao redor da ideia MPEM. Começou com o desenvolvimento para segregação de logs, depois, houve o direcionamento de logs aos times de manutenção e suporte ao cliente Canon, envio de alertas, criação de portais e aplicativos para usuário.”

Segundo ele, a possibilidade de monitorar remotamente o que acontece com os equipamentos tem efeito significativo na produtividade dos usuários, que trabalham com níveis mais elevados de excelência.

Pesquisa para o monitoramento de equipamentos médicos

Desenvolvimento de uma solução de monitoramento de equipamentos médicos

Para que isso se tornasse possível, o Marcelo sugere um processo definido e comprovadamente eficiente:

“Começamos entendendo o desejo do cliente e agregando ao produto ideias inovadoras, que primeiro possam ajudar a Canon no ciclo de vida dos produtos e torná-los mais atrativos.”

Os objetivos do desenvolvimento desse produto eram voltados à otimização dos procedimentos de manutenção, o que incluía uma melhora significativa do aspecto logístico. Com o monitoramento remoto, as equipes da Canon Medical System do Brasil se deslocam ao local do equipamento com conhecimento do problema a ser resolvido.

Isso garante, por exemplo, que elas se encarreguem de levar as peças e as ferramentas necessárias para a manutenção, sem precisar fazer uma visita prévia para diagnosticar o defeito depois que ele gerou um problema maior, como uma parada inesperada ou a quebra de outra peça, danificada pelo mau funcionamento de um componente.

Além do inegável ganho de agilidade, os custos também são impactados, uma vez que o MPEM diminui a necessidade de deslocamentos de pessoal, de equipamentos e de ferramentas, além de fornecer dados importantes para fazer previsões de demanda de peças e atendimentos.

 

Quais os benefíciosdo MPEM?

A plataforma da Canon Medical System do Brasil também afirma que o MPEM possui o propósito de proporcionar a melhor experiência de pós-venda, com destaque aos benefícios de:

  • agilidade;
  • eficiência desde o primeiro contato;
  • menos etapas no processo de atendimento;
  • acompanhamento proativo do equipamento;
  • intervenções imediatas;
  • aplicação de algoritmos avançados na realização de previsões;
  • sugestão de protocolos para melhoria na qualidade de imagens de diagnóstico — quando autorizado pelo cliente.

O MPEM estabelece uma conexão segura entre os equipamentos médicos e os servidores do MPEM na Canon. Uma vez estabelecido esse canal de comunicação, os indicadores monitorados pelo sistema são gerados e apresentados graficamente em um dashboard.

Verificação de exames de imagem

Leitura de exames de imagem

Através dessa interface, o MPEM permite o monitoramento dos equipamentos de qualquer lugar, de modo que o acompanhamento de diferentes locais (como múltiplas clínicas, laboratórios e hospitais) pode ser realizado de forma centralizada e prática.

Em princípio, todos os equipamentos Canon instalados e conectados por meio de acesso à internet podem ser monitorados. Como resultado, é possível identificar problemas graves, como:

  • redução nos níveis de insumos necessários ao bom funcionamento do equipamento;
  • variações da alimentação das máquinas;
  • condições ambientais da sala de exames.

A redução nos custos de operação e dos serviços de manutenção da Canon é perceptível e representativa, gerando um alto retorno sobre o investimento — facilmente mensurável a partir dos custos totais da hora/homem em manutenção.

 

Conclusão

O MPEM tem feito a diferença e se destacado como inovação, ao:

  • monitorar equipamentos de altíssimo custo de maneira preventiva e preditiva;
  • agilizar as manutenções corretivas inevitáveis;
  • possibilitar a incorporação do monitoramento em vários modelos e tipos de equipamento, cobrindo todo portfólio de produtos;
  • permitir a inclusão de serviços periféricos que podem ser comercializados pela Canon.

O projeto ofereceu uma plataforma para o monitoramento de todo tipo de equipamentos, de forma simples e unificada. Além disso, contribui para o entendimento do funcionamento dessas máquinas e permite a criação e otimização dos processos de manutenção desses ativos. Dessa forma, aumenta a vida útil dos equipamentos e eficiência dos times de manutenção, trazendo ganhos em diversos aspectos do processo.

Você pode obter mais informações sobre o MPEM agora mesmo!

Entre em contato e saiba mais sobre esse e outros casos de sucesso do Venturus.

Veja mais

Entre em contato

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.