As diferenças entre 3G, 4G e 5G

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

Desde o surgimento da internet e dos smartphones, as redes de internet para os aparelhos vem avançando e melhorando a cada ano. Mas o que muda entre elas? A principal melhoria é a taxa de download mais alta em cada nova geração das redes. Por exemplo, com o 3G, conseguíamos enviar mensagens via internet, com o 4G, conseguimos baixar e assistir a serviços de streaming de qualquer lugar com sinal e, com o 5G, será possível conectar as coisas, popularmente conhecido como Internet das Coisas (IoT).

A rede 3G começou a ser utilizadas em meados de 2002 e é a rede com maior cobertura em território nacional. Depois, em 2018, veio a rede 4G, com uma velocidade maior, mas sem cobertura em toda a extensão nacional. E, no futuro, teremos a rede 5G. Ainda não existem pesquisas que mostrem como será a cobertura da 5G, mas a principal especulação é que ela terá muito mais velocidade e será responsável pela aplicação da Internet das Coisas (IoT).

Para entender o que muda em cada uma das gerações, é preciso entender dois conceitos que estão presentes em todas elas: Latência velocidade de transmissão.

Latência

O primeiro conceito a ser explicado é a latência, que nada mais é do que o tempo de resposta entre uma ação e sua reação. Latência e velocidade são inversamente proporcionais, ou seja, quanto menor a latência, maior a velocidade. Latência é muito importante quando se usa a internet para certos comandos, como em IoT (Internet das Coisas).

A Internet das Coisas é uma rede de objetos inteligentes, que recebem comandos, enviam dados e realizam tarefas. Para que eles funcionem de forma adequada e fluida, é essencial que o tempo entre um comando e uma ação (ou seja, a latência) seja o menor possível. Um carro autônomo, por exemplo, precisa de uma latência muito baixa para que, ao detectar um objeto na pista, consiga frenar antes de atingi-lo.

As redes 5G serão muito importantes para a Internet das Coisas, pois a sua latência será muito menor que a das redes 4G. Como dito anteriormente, estudiosos indicam que a resposta entre uma informação enviada e sua execução (latência) utilizando a 5G será próxima a de um humano ou até mais rápida, auxiliando na implementação de objetos autônomos como carros, robôs, entre outras coisas.

Velocidade de transmissão

Como comentado no tópico anterior, a velocidade e latência são inversamente proporcionais. Assim, para que tenhamos uma latência baixa, a velocidade deve ser alta. A velocidade é uma das principais mudanças que conseguimos perceber quando passamos de uma rede 3G para 4G, por exemplo. A rede 3G opera com 8Mbp/s (Megabits por segundo) de velocidade de transmissão, a 4G, com 28Mbp/s e a 5G promete ser até 10x mais rápida que 4G.

Assim, uma velocidade maior significa que mais dados podem ser transmitidos e recebidos. É a diferença na quantidade de dados que permite que gerações de redes realizem tarefas diferentes. Ou seja, com a velocidade atual, é possível baixar ou assistir programas pelo smartphone, por exemplo, enquanto redes 3G transmitiam pacotes de informações menores, como mensagens. Com a velocidade prevista para 5G, muitas oportunidades serão abertas, principalmente na área da Internet das Coisas (IoT).

Conclusão

Cada geração de rede celular marcou o início de uma nova utilização de dispositivos conectados à internet. 3G foi a primeira rede a ser conectada a smartphones, a rede 4G nos trouxe a possibilidade de assistir a programas de streaming e a 5G será a rede que irá conectar as coisas.

As tecnologias são utilizadas em diferentes áreas, não só no smartphone ou dispositivos que encontramos em casa. A rede 4G já é utilizada em fábricas e linhas de produção para conectar máquina entre si. No agronegócio, é possível utilizar equipamentos no meio do campo com conexão à internet. A rede 5G irá potencializar a utilização desses equipamentos conectados entre si e trará muito mais dados para aprimorar os resultados.

Veja mais
Campinas / SP - Brasil

Estrada Giuseppina Vianelli di Napolli, nº 1.185
Condomínio GlobalTech Campinas
Polo II de Alta Tecnologia
CEP 13086-530 – Campinas – SP
+55 (19) 3755-8600

+55 (19) 3755-8600
contato@venturus.org.br

Bitnami